Monza - Hoje Foi um Dia Fantástico

Monza - Hoje Foi um Dia Fantástico
  • Ano: 2016
  • Selo: Freak
  • Produção: Monza
  • # Faixas: 11
  • Estilos: Rock Alternativo, Indie Rock
  • Duração: 42'
BBBaa

Há um odor que não sinto há uns anos e imagino que eu e quem está na minha faixa etária (digamos que entre 20 e 40), se sentíssimos, seríamos transportados imediatamente à infância: Aquele cheiro de carro velho que ficou fechado ao sol, o da poeira aquecida sobre o assento feito de alguma fibra cujo nome eu não sei, mas é diferente das dos automóveis de hoje.

Talvez seja porque a banda tem o nome Monza, mas ouvir Hoje Foi um Dia Fantástico me passou a sensação de entrar em um carro desses, daqueles com um toca-fitas com dois botões giratórios em cada extremidade - uma figura de linguagem que explica bastante da estética escolhida pelo quarteto para amparar uma melancolia que contrasta com a euforia do título.

As onze faixas do álbum trazem letras narrativas que dialogam com as guitarras que protagonizam suas composições, temperadas com leve bom humor e nostalgia. Trata-se mais uma coleção de referências de outros atos guitarreiros contemporâneos que também o passado como epicentro criativo (como Mac Demarco e Real Estate, para citar os mais frequentes), ou aos músicos que esses ouviram antes de compor.

Por causa disso, existe uma certa sensação homogênea quanto à personalidade da banda, principalmente em uma audição com atenção média ou inferior. Os mais ligados perceberão, porém, um diálogo interessante com o Rock feito no Brasil nas últimas três décadas - daqueles grandes nomes de sempre até Gram, por exemplo -, e, principalmente, um carinho precioso por seu trabalho, uma qualidade que só consegue ser impressa na música quando ela é sincera.

Hoje Foi um Dia Fantástico é essa viagem por tempos com as histórias de personagens como João e Helena no banco de trás, uma carona com cheiro do estofamento de antigamente e as lembranças que esse odor traz.

(Hoje Foi um Dia Fantástico em uma faixa: De Manhã)

Bom para quem ouve: Bilhão , Lestics , Onagra Claudique

Artista: Monza

Marcadores: Rock Alternativo, Indie Rock