Leza - Vice-Versa

Leza - Vice-Versa
  • Ano: 2018
  • Selo: Alcalina Records, Onça Discos e Cena Cerrado
  • # Faixas: 14
  • Estilos: Psicodelia, Surf Music
  • Duração: 1h03
BBBba

Vice-Versa é um disco que merece seu destaque já pela iniciativa de trabalhar um conceito amplo em seus mínimos detalhes em meio a tantos lançamentos que apenas reúnem algumas faixas descompromissadamente. Aqui, temos o que foi chamado de álbum duplo, com catorze músicas divididas em duas partes que se completam (o "vice" e o "versa" do título) e uma Leza decidida em trabalhar sem pressa cada composição da maneira com que ela pede para ser tratada.

Para isso, o duo se inspirou em legados da Psicodelia e da Surf Music para construir faixas ora mais bem humoradas, ora mais introspectivas; umas canções simpáticas de curta duração, outras músicas que ultrapassam os cinco minutos com guitarras expansivas e toda uma vibe mais reflexiva. A distinção de lado A para lado B não acontece drasticamente, mas aos poucos você percebe que não está mais no mesmo território do que antes - e vale mesmo a pena ouvir na ordem proposta.

As letras parecem comentar cenas vividas e observadas, quase como um amigo contando para o outro o que está acontecendo. Isso confere uma familiaridade maior ao trabalho, fazendo com que Vice-Versa tenha uma audição que flui bem em ambos os momentos. Além disso, há uma sintonia grande com o que é feito no cenário Alternativo brasileiro hoje em dia, o que faz com que o ouvinte familiarizado com a cena se sinta em casa o tempo todo.

E é sempre bom ver que ainda tem gente preocupada em oferecer experiências mais completas com seus lançamentos, como Leza deixa claro com esse disco. Para além de curtir boa música, o ouvinte pode aproveitar também o exercício de observação de como o conceito foi trabalhado - o que também é bastante divertido.

(Vice-Versa em uma música: Eu Castelo, Tu Castelas)

Bom para quem ouve: Semente de Maçã , Catavento , Tagore

Artista: Leza

Marcadores: Psicodelia, Surf Music